Faixa amarela.

É quase impossível andar de metrô e não ouvir a recomendação pelo alto-falante: “prezado cliente, por favor, não ultrapasse a faixa amarela”. Toda a vez que ouço isso penso na estupidez que é esta recomendação, pois acho que ninguém gostaria de cair nos trilhos e ser atropelado. Mas o aviso é necessário. Tem gente que teima em passar. Há pessoas que brincam com o perigo.

Assim também é na vida. Tem certos momentos que precisamos pôr limites nas pessoas, pintar uma faixa amarela em frente aos seus pés, para que elas não ultrapassem a divisa. Algumas pessoas precisam entender que embora o coração seja terra que ninguém pisa, o dono dele não merece ser pisoteado. Mas nem sempre elas entendem pelo carinho. Precisamos usar de uma inspiração napoleônica para colocar as coisas nos eixos.

Tem gente que abusa pela sedução momentânea de chamar atenção. Outros ultrapassam os limites para mostrarem seu poder. Nada de cartão vermelho para os impedimentos: basta lançar um olhar, daqueles que dão medo. E se não funcionar, que a ira se controle e que as palavras se encarreguem de mostrar.

Eu não sou obrigada a ouvir coisas que meu coração não suporta. A assentir a falta de cuidado ao falar meu nome. a baterem a porta na minha cara sem que eu possa me despedir antes. Não sou adepta a sorrisos falsos, olhares enigmáticos ou carinho morno. Não sou. Não quero.

E mais do que isso: não sou obrigada, de forma alguma, a suportar a pequenez de pessoas que não sabem respeitar e lançar sorrisos iluminados à elas.

Mesmo, por que…

O melhor de mim eu entrego àqueles que se preocupam em fazer a minha vida melhor.

Pérolas aos porcos? Jamais!

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s