Do que eu sei

------------------------------------------------------------------------------

Eu sabia que alguma coisa estava errada comigo. Acreditei ser o inferno astral que se vive um mês antes do aniversário. Deixei o café esfriar por diversas vezes e esqueci a porta aberta em dia de chuva. Não me lembrei de prazos e falei o que não devia. Abandonei o meu entusiasmo totalmente, deixei me chamarem no portão e não atendi. Esqueci o celular desligado. Não paguei a conta de telefone. A ração do cachorro acabou e eu não vi.

Pensei que era paixão, mas não é (desta vez). É a cabeça trabalhando sem parar, me mostrando algumas verdades que eu esqueci no fundo da gaveta.

Eu sei que minha vida não deu certo em muitos aspectos. Não me formei na faculdade que eu queria, não me casei com o amor que tinha, não conheci o país que sonhei, não escrevi o livro que todos aguardavam. Não cultivei o corpo que eu tive na juventude e desfiz laços com pessoas que estavam ao meu lado por amor. Não acreditei nelas. Nunca acredito no certo.

Sei que minha vida podia ter sido bem diferente se eu não dificultasse muita coisa. Talvez o meu signo tenha grande parcela de culpa nisso.Ou quem sabe a Numerologia deixe tudo isso bem mais claro. Eu deveria ter me escutado, me cobrado retidão, fechando olhos para a maldade. Fechando a boca para não engordar.

Mas não fiz nada disso. Sou muito impaciente para seguir regras. Não se trata de subversão e sim de preguiça. Essa minha parcimônia me custou um pouco caro e pago a conta até hoje. São muitas prestações a quitar, mas eu não tenho pressa. Tenho aprendido muito. A vida está me ensinando uma nova forma de caminhar.

Era para ser mais fácil e ter garantias, mas isso não acontece na prática. Viver é arder o tempo inteiro. É cansar e seguir. Não temos outro caminho.

Um dia, a gente quebra a cara. Reconstrói cenários. Passa a odiar menos e se segurar mais, porque é mais saudável ter rugas pelo riso do que pelo choro. Chega uma hora que o leite derramado não incomoda mais, a conta atrasada não tira mais o sono e amores não vividos passam batido. Com o tempo, as voltas do mundo se tornam mais suportáveis e as banalidades, mais descartáveis.

Um dia todo mundo aprende, seja pelo acaso ou pela necessidade.

No meu caso, foi pelos dois.

 

Aryane Silva

Anúncios