A linha tênue entre o sim que desiste e o não que insiste

goodbye_my_lover_by_alephunky

Rasguei meu papel de vítima.

Picotei em vinte pedaços irreparáveis.

Peguei uma folha nova, sem amassados ou rasuras.

Daqui para frente, a vida continua.

Eu vou escrever um amor bem bonito.

Cheio de diálogos, beijos no pescoço, sussurros no ouvido.

Nem quero lembrar a história pré-fabricada,

feita somente do que aconteceu do lado de cá.

Acabou, passou, morreu.

Seu nome foi riscado nas entrelinhas.

Deixo de ser a que lamenta a espera e parto para uma versão mais militante.

Troco de alma, como quem troca de roupa.

E de amores também.

Não aguardo a sua boa vontade em chutar a porta e me puxar pela cintura.

Ando querendo ser agarrada pela vida, amada e sentida.

Se a tua poesia não rima, relaxe.

Nem todo mundo tem cadência.

A alguns, falta essência (essa é para você).

E a mim, falta paciência.

Aryane Silva

IMAGEM: Alephunky

 

Anúncios