Amnésia voluntária

before_i_forget_by_vulezvrk

A gente esquece. Esquece sim.

Pode demorar um tempão ou acontecer na fila do banco, enquanto lemos um panfleto sobre seguro de vida.

Esquecemos por completo ou em partes.

Talvez leve mais tempo que o combinado.

Ou aconteça em um estalar de dedos.

Mas a gente esquece.

Quando a gente quer, é esquecido.

Pode doer, queimar, arranhar as expectativas que criamos, quebrar em mil pedaços o que julgávamos ser resistente.

Pode ser que não precisemos de porre, outras bocas ou novas músicas.

A gente esquece quando quer: correndo, criando novos projetos, trabalhando doze horas ou ficando no engarrafamento por três.

A vida se encarrega.

O destino leva para longe.

O tempo despacha.

E tudo recomeça.

“É uma pena”, alguns diriam.

“Graças a Deus que tudo se renova”, eu digo.

 

Aryane Silva

IMAGEM: VulezVrk

Anúncios